Destinos Dicas de viagem Espanha Terrestre

Alugar carro na Espanha

Confira agora tudo sobre alugar carro na Espanha! Divido aqui o texto em duas partes: dicas para locação e a outra sobre os trajetos e informações práticas sobre como é dirigir nesse país!

Uma das maneiras mais fáceis e baratas de se deslocar na Espanha é alugando um carro! Esse é um dos poucos lugares do mundo em que as tarifas são ótimas e, somado à qualidade das estradas, essa se torna uma opção incrível de transporte entre cidades. Mas, lógico, precisa saber escolher a companhia, entender as regras locais e conhecer algumas dicas. Confira agora tudo sobre alugar carro na Espanha! Divido aqui o texto em duas partes: dicas para locação e a outra sobre os trajetos e informações práticas sobre como é dirigir nesse país!

1. Locação de carro na Espanha

Antecedência

A primeira dica que eu dou para todas as pessoas que me perguntam sobre aluguel de carros para viagem é: reserve com antecedência e com uma cia de confiança! Os preços na Espanha são muito bons, mas eles mudam bastante e, quanto mais perto da data, mais caro ficam. Evite fazer a reserva com menos de 6 meses porque, com muita antecedência, o valor às vezes sobe. Então entre dois e cinco meses antes é um bom prazo!

Pesquisa de preços

Os valores mudam muito de uma empresa para a outra, por isso, é super importante pesquisar. Aqui em Valência optamos por não ter carro então sempre alugamos para fazer viagens ou para algumas atividades de final de semana. Pagamos entre 12 e 30 euros a diária, dependendo da época e da antecedência. E só conseguimos achar os melhores preços porque usamos o Rentalcars, uma ferramenta de busca de locadoras do mesmo grupo do Booking. Já experimentei pesquisar empresa a empresa, mas os preços eram maiores que esse site e notei que, em determinado momento, os algoritmos começaram a atrapalhar os resultados, fazendo sumir as boas ofertas dos meus resultados. Então, se for fazer isso, pesquise em diferentes dispositivos e em janelas anônimas. No meu caso, a Rentalcars acaba mesmo sendo a melhor opção e as experiências foram tão boas que me afiliei a eles!

Melhores locadoras da Espanha

Você precisa tomar muito cuidado para não cair numa fria de pegar empresas que vão tentar dizer que você fez alguma avaria no veículo. Ou então aquelas que não aceitarão o seguro da cobertura do seu cartão. Por isso, sempre tomamos cuidado de selecionar no Rentalcars as cias que confiamos. Dentre elas estão Avis, Europcar, Budget, Hertz e Thrifty. Mas caio fora da Dollar, Entreprise e da Alamo! Isso porque eu e meus amigos já tivemos problema com eles, principalmente, por cobranças adicionais!

Aliás, independentemente se a locadora é boa ou não, esteja sempre bem por dentro dos seus direitos e do contrato de locação para não cair em pegadinhas! No aeroporto de Madri aconteceu, em 2012, de dizerem que eu não tinha contratado o seguro, o que não era verdade, e tive de argumentar. Também já ocorreu aqui em Valência de dizerem que o seguro de um cartão estrangeiro não era válido.

Escolha pela categoria do carro

Na hora de selecionar o veículo, pense na categoria do carro que você quer: pequeno, esportivo, perua, utilitário, luxo, etc. Isso porque dificilmente, quando você alugar carro na Espanha, você terá o veículo da foto. Eles asseguram mais a categoria. Caso ocorra de você ter pedido, por exemplo, um MiniCooper e não tiver um, aproveite para tentar barganhar uma categoria melhor! Vai depender da disponibilidade, mas algumas vezes conseguimos.

Confira o trajeto antes de alugar carro na Espanha

Algumas cidades tem ruas e estacionamentos minúsculos. Aliás, estacionar na Europa é um problema. Por isso, serão poucos os trajetos que você fará uma boa escolha ao alugar carro grande na Espanha. Alguns roteiros que podem ser bons de carro grande são as rotas do vinho – como Rioja – e praias da Costa Blanca como Calpe, Gandia e Xabia e de Cabo de Gata, em Almeria, onde é preciso ter um veículo mais alto. Ter um veículo mais altinho pode ser importante também nos Pirineus e nas cidades vizinhas de Andorra. Entretanto, na Andaluzia, em cidades como Ronda, Granada e Córdoba você vai precisar estar com o carro mais estreito que conseguir!

Ter ou não a PID

Eu nunca tive a PID (permissão internacional), mesmo quando me mudei para a Alsácia (França), para a Calábria (Itália) ou para Valência (Espanha) com a CNH brasileira em mãos. Brasileiros podem usar a CNH na Europa pelo limite de 90 dias (mesmo prazo do visto de turista). Mas, como Murphy às vezes ocorre, pode acontecer de pedirem. Nunca soube de ter ocorrido com algum brasileiro, mas confira antes com a empresa que você escolheu se não vão te pedir!

Seguro do aluguel de carro na Espanha

Um dos melhores custos-benefícios de um bom cartão de crédito é o seguro para locação de veículos. Eu e o meu marido usamos muito em viagens e mesmo quando alugamos aqui na cidade. Já tivemos três sinistros: em Corfu, na Grécia, em Cabo de Gata (Almería) e outra aqui em Valência. Todos ocorreram enquanto o carro estava estacionado e nunca tivemos uma batida. Mas o seguro do cartão cobriu todas as vezes! Se seu cartão não tiver um, verifique direitinho a cobertura oferecida pela locadora. E, se for usar o seu cartão para isso, não esqueça que a compra e o depósito caução precisam ser feitos com o cartão que tem o seguro, bem como a apólice precisa ser emitida pela operadora do cartão antes de você pegar o veículo!

Cuidados importantes

Nunca devolva o carro com menos gasolina, pois o valor pelo litro que te cobrarão será uma fortuna. E verifique se você tem limite no cartão para o valor do caução, pois ele é debitado de você não hora que pegar o carro (na entrega eles estornam).

2. Os trajetos de carro na Espanha

Estradas

As estradas são super bem pavimentadas e sinalizadas. E, se no console do carro você deixar o seu celular com chip europeu e o GPS ligado, não tem como errar o caminho! Poucas vezes vi vias pedageadas e a mais cara é a via costeira que desce de Barcelona à Valência, que é linda, por sinal, mas você pagará uns 20 euros por esse trajeto. Por isso, para escolher o caminho, não vá só pelo Maps. Antes acesse o Via Michelin que, pelo tipo do carro, vai calcular o gasto com combustíveis e pedágios, mostrando a opção mais barata e a mais rápida.

Cidades espanholas

Alugar de carro na Espanha é, no geral, bem-vindo para o deslocamento entre cidades. Quando chegar a cada destino, esqueça o carro no hotel e curta as ruas e o transporte público, pois funciona super bem!

As grandes cidades espanholas como Madri, Barcelona e Valencia estão repletas de transporte público, principalmente, metrô. O ideal é você não usar o carro nelas, pois terá dificuldade para parar. Caso tenha algum viajante com dificuldade de locomoção, nessas cidades, você pode optar pelo táxi ou Cabify (concorrente espanhol do Uber). Mas, no geral, rodar de carro pode ser uma fria, especialmente no Centro, onde estão as áreas mais turísticas!

Já em cidades menores, como Córdoba, Burgos, Granada e Avila, você fará tudo à pé! Não encontrará estacionamento fácil e verá só zonas fechadas para veículos e abertas exclusivamente a pedestres.

Acidentes

O número de acidentes é super baixo na Espanha. Mas tem muitos barbeiros por aqui! Então tome cuidado ao dirigir nas cidades, pois eles não dão seta e param em fila dupla! De resto, é super tranquilo! Trânsito tem nas cidades maiores, mas você não rodará de carro no Centro das cidades grandes, não é?

Algumas regras de trânsito importantes

Se tem uma coisa respeitada na Espanha é a faixa de pedestres e todos param para você passar. Faça o mesmo! Além disso, o ciclismo é esporte nas cidades e nas estradas, onde você precisa ter ao menos 1,5 m de distância do ciclista. Algumas estradas locais passam em vilarejos e, nessa hora, a velocidade diminui muito e tem radar!

Como abastecer o carro na Espanha

O posto se chama gasolinera e pode ter só uma bomba ou estar em uma estación de servicio (com conveniência e outros serviços). Entre as principais redes estão a Repsol, BP e Shell e elas se encontram nas cidades e nas estradas, mas com muito menos frequência que o Brasil, por isso, não dá para deixar chegar na reserva! A maior parte dos carros alugados são movidos a gasolina ou diesel e essa é uma informação fundamental para você saber antes de sair da locadora! Normalmente, esse dado estará na tampa do depósito, assim como a informação da octanagem, que precisa ser respeitada também!

Ao chegar no posto, é bem possível que ele será self-service. Escolha a bomba com o combustível que você precisa, coloque a mangueira no carro e insira seu cartão na bomba. Você poderá abastecer até o tanque ficar cheio ou colocar determinado valor de dinheiro. Isso você escolhe na bomba. Em alguns lugares você coloca a gasolina sem pagar e depois vai até a loja de conveniência, onde fará o pagamento dando o número da bomba.

Agora já está tudo certo para a viagem? Já viu as opções da Rentalcars? Se tiver alguma dúvida sobre alugar carro na Espanha, coloque abaixo nos comentários que ajudamos você com as informações!

Aproveito então para convidar você para se inscrever em nosso mailing VIP para receber nossos newsletters, e-books e conteúdos exclusivos! Basta preencher o formulário que está aqui. Não deixe de conferir também o perfil do Ultrapassando Fronteiras no FaceInsta e Pinterest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: