As muralhas de Ávila, na Espanha

Roteiro de viagem a Avila, Espanha

Quer uma cidade tranquila para passar uns dias na Espanha? Está procurando um lugar para um bate e volta de Madrid? Adora cidades muradas? Ou o que busca é uns dias românticos? Ávila é um local que proporciona tudo isso.

Essa é a cidade medieval com a muralha mais conservada que já conheci. É bem pequenina e repleta de construções belas, com a força transmitida pelos grandes blocos de pedra que sustentam todas as edificações. Possui sete belas portas de entrada, também impecáveis.

DSC04573
Vista por cima das muralhas de Ávila

Ávila está situada na província autônoma de Castela e Leão, a pouco mais de 100 km de Madrid. Sua muralha, datada do século XII, tem 2,5 km de extensão com diversas torres e portas. Patrimônio Mundial da Unesco, tem como principais atrações prédios religiosos: uma catedral gótica, dois conventos, um mosteiro, além de três igrejas. É tudo muito perto. Uma caminhada de duas horas e meia resolve todo o trajeto com muita calma e belas fotos. Não estou considerando nesse tempo as paradas para acessar as atrações. Com uns 8 km você circula tudo e volta ao ponto inicial.

Ávila já era quase o final de uma jornada de um mês de viagem. Eu estava no dia 25 e tinha dirigido 800km para chegar. Foi um local perfeito para fazer tudo com calma e relaxar. Eu tinha passado duas noites na cidade no caminho da Andaluzia – o último destino tinha sido Sevilha – a Madrid. Foi ótimo para descansar, pois peguei 800km de estradinhas rurais de baixa velocidade até chegar lá e ainda estava vindo num ritmo agitado de visitação de várias cidades num período curto. Aliás, a serra para Ávila foi um momento memorável dessa viagem. Cheia de curvinhas, além da vista, nos dá de presente alguns castelinhos no caminho.

DSC04571
Marcas da religiosidade pelas ruas da cidade. Não raro encontramos freiras, madres, padres e monges.

Onde me hospedei em Avila?

Avila é tão pequena que o endereço do meu hotel era Praça da Catedral. Foi um local bem agradável de ficar na cidade murada. Eu deixei o carro na garagem do hotel – a mais ampla que vi na Espanha, por sinal – e só peguei outra vez na hora de seguir estrada: eu estava do lado de tudo. Não foi caro. A hospedagem tinha ótimo preço, principalmente pelo custo-benefício do hotel, mas eu fiz a reserva com quatro meses de antecedência e era baixa temporada.

Fiquei no Hotel Palácio Valdérrabanos, um bom quatro estrelas a um ótimo custo-benefício. O quarto que fiquei era bom, amplo (aliás, minha experiência com a hotelaria da Espanha sempre foi muito melhor que todos os demais países europeus) e estava situado num antigo palácio, o que foi uma vivência muito legal! Só os eletrônicos – como secador e TV que não eram muito bons -, mas isso não fez a menor diferença para o que eu buscava

Hotel Palácio Valdebarranos, Ávila. Fonte: Booking
Hotel Palácio Valdebarranos, Ávila. Fonte: Booking

O que fazer em Ávila?

Pacata (ainda mais em dias da semana no início do mês de novembro, quando fui), Ávila nos faz sentir voltar no tempo, estar em uma outra época. É tudo tão impecável e original que podemos imaginar perfeitamente como era passear naquelas ruas muitos séculos atrás.

As muralhas por si só já valem o passeio. Elas estão entre as mais lindas e preservadas do mundo. Não é exagero! Estão perfeitas! Elas contornam 100% do casco histórico. É uma delícia caminhar ao redor e também… por cima delas!

DSC04594
Plaza del Mercado Grande

Já na entrada da cidade você verá a Catedral del Salvador de Ávila, a que é ao lado do hotel em que me hospedei. Foi a primeira igreja gótica na Espanha, é Patrimônio Mundial da Unesco e, além de ser um marco histórico e arquitetônico, é curioso ver que ela está integrada à muralha. Seu museu está aberto de julho a março e custa 6 euros para entrar.

Pertinho dela está a praça Santa Teresa, ou Mercado Grande, como é conhecida. É o principal ponto de Avila. É quase impossível não passar por ela. Pra quem já foi à Milão, por exemplo, ela tem o mesmo efeito da praça da Duomo, em que sempre acabamos caindo lá!

O Mercado Grande é um lugar ideal para começar uma visita à cidade. O que achei interessante é que os moradores também têm nesse um importante ponto. Veja só os estudantes reunidos ali após a aula!

DSC04574
Contrastes da visão de dentro e de fora dos muros

Como foi lá onde a Santa Teresa nasceu, passou a vida e fundou sua ordem (Orden de los Carmelitas Descalzos), os muros nos revelam também diversos locais religiosos ligados à ela, incluindo três museus. Um deles está no Convento e Museu de Santa Teresa, outro no Convento de San José e o último no Monasterio de la Encarnación, esté último onde ela passou 40 anos de vida.

Os principais pontos turísticos são mesmo a Catedral, as muralhas, além da Basílica de San Vicente (fora das muralhas), o Cuatro Postes, o Convento de Santa Teresa e um monastério. A Basílica de San Vicente tem arquitetura romântica e fica fora da fortaleza. É, por isso, possivelmente a primeira construção que você verá. Lá está a cripta de San Vicente, construída no século XII, que revela a detenção, perseguição e martírio de Vicente. É interessante que vemos no interior dessa construção uma mescla dos estilos românico.

O sítio de Cuatro Postes, ou Humilladero,  está fora do centro histórico de Ávila. É um lugar de onde se tem lindas vistas da muralha. Lá estão quatro colunas que adornam uma cruz situada em seu centro. Já o Real Monastério Santo Tomás é onde ocorreu a história inquisidor Tomás de Torquemada e foi, assim, um Tribunal da Inquisição.

Ao redor da muralha de Avila
Ao redor da muralha de Avila

O que comer em Ávila?

Para comer, Ávila é bem famosa pelos doces, especialmente os feitos à base de ovo. Experimente as Yemas de Santa Teresa, ou Yemas de Avila. Parece uma mistura de pastel de belém com queijadinha. Elas comprovam a tese de que regiões de conventos desenvolveram doces incríveis à base de gemas!

Os pratos não são caros. Vale muito escolher um restaurante que tenha menu e essa é uma boa dica para viajar na maior parte do país, pois eles incluem entrada, principal e sobremesa a bom preço. Os vinhos, como é comum na Espanha, têm bom preço. Confesso que não guardei o nome de nenhum restaurante. Comi na primeira noite no hotel. Era bom, mas nada surpreendente.

IMG_1732
A bela serra para subir até Avila

Como chegar à Ávila?

Como comentei, cheguei num longo trajeto saindo do Sul, mas a cidade fica mais perto de Madrid. De Avila fui de carro à Madrid, parando em Segovia, Granja de San Idelfonso e El Escorial. Também vou contar pra você sobre esses locais!

Se quiser ir de trem, é possível. Eles demoram cerca de 1h30 de Madrid até lá. Saem da estação Chamarín e vão custar uns 15 euros cada perna (ida + a volta). Do trem é possível ir à pé para a fortaleza.

Uma informação interessante é que Ávila tem ruas bem pavimentadas e é bem limpa e organizada. Isso a torna um destino interessante para cadeirantes, inclusive, ela já ganhou prêmio de cidade acessível. O hotel que fiquei, por exemplo, pareceu-me bem adaptado por ter elevadores e rampas em áreas de desníveis. Falo isso porque minha mãe tem mobilidade reduzida e é algo que costumo prestar atenção nos lugares que vou.

buy me a cup of coffee

3 comentários Adicione o seu

  1. Gosto muito de Ávila! Excelente descrição do lugar!

      1. A grande beleza da cidade é estar preservada dentro dos limites das muralhas medievais, é o que a faz ser diferente das outras! Lembro-me de estar a chegar de carro e ao longe ver um “grande castelo”. A imagem era imponente 😉

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.