Culla, Valencia: povoado dos templários

Culla, situada na Província de Castellón, na Comunidade Autônoma de Valencia, é um povoado lindo, todo de pedra. Está no topo de uma montanha, na bela Sierra d’En Segures, assim como Benassal, Cati e Ares del Maestrat. Sua fama é oriunda da beleza das paisagens e da arquitetura, somada aos vestígios de séculos passados, quando os templários sustentavam ali um castelo, no Camino del Cid.

Caminhar nas ruas de pedra é uma das melhores atividades de Culla, em Valencia
Caminhar nas ruas de pedra é uma das melhores atividades de Culla, em Valencia

Culla de Valencia é considerada um de los pueblos mas bonitos de España (povoados mais bonitos da Espanha). Esse posto também foi dado a Guadalest (Alicante), Morella (Castellón), Peníscola (Castellón), Vilafamés (Castellón), Mojacár (Almeria) e Níjar (Almeria).

Ruas de pedra de Culla, na Província de Castellón, Comunidade Autônoma de Valencia
Cada cantinho de Culla de Castellón é um charme

Culla de Valencia é, portanto, ideal para quem curte conhecer cidadezinhas e passear por estradas belíssimas. Além disso, vale para quem tem um tempinho a mais a dedicar à Província de Castellón e à Comunidade Autônoma de Valencia. Isso porque não é um dos grandes destaques nacionais de turismo, como Madri, Barcelona, Granada, Sevilla, Córdoba, Ibiza, a rota do vinho de Rioja, Zaragoza ou até mesmo a própria cidade de Valencia.

Ruínas do castelo dos templários de Culla
Do castelo dos templários restaram apenas as ruínas e uma bela vista

Marcas da história de Culla, em Castellón

Caminhar pelas ruas e monumentos de Culla, na Província de Castellón, nos transporta a outros tempos. Vivemos uma época medieval com as ruínas do Castillo Árabe, o Granero del Comendador (la presó), o antigo hospital e a Iglesia Parroquial del Salvador. Sentimos as histórias dos cavaleiros templários e as lendas que marcaram esse destino, que faz parte do Caminho del Cid, assim como Peníscola, Morella, Sagunto ou Daroca.

Fico imaginando como é essa vista no verão

Do castelo dos templários temos hoje apenas alguns vestígios, como as murallas e a Torre del Frare Pere. Também encontramos uma porta de entrada e os brasões de armas da ordem de Montesa.​ Por isso, o mais gostoso de Culla, em Valencia, é andar por algumas ruazinhas e ir vivenciando o astral do Camino del Cid!

Dica:

Antes de começar o passeio, passe pela oficina de turismo de Culla e confira todas as dicas da região. A simpática profissional dará muitas informações e mapas. Uma sugestão para programar a viagem é agendar antecipadamente uma visita guiada, ligando no órgão de turismo. Mas atenção! As visitas não ocorrem todo o ano.

Com o que combinar a visita a Culla

A visita à Culla dura bem pouquinho porque a cidade é muito pequenina. Mas vale combinar com outros destinos da região, como Morella, Vilafamés, Ares del Maestrat. Ou então uma passada rápida em Benassal ou banho nas termas dessa cidade.

Confira o que fazer em Vilafamés, na Espanha. Um dos povoados mais bonitos da Comunidade Autônoma de Valencia e da Espanha, tem uma história marcada pela presença árabe na Península, o que marca a arquitetura e as ruas da cidade.
O melhor do que fazer em Vilafamés é justamente caminhar por essas ruas charmosas

A alguns quilômetros de Culla, em Castellón, está a Torre d´En Besora. O Parc Miner del Maestrat é uma antiga mina de ferro com vistas panorâmicas da comarca. Outro ponto bastante procurado é o paraje de San Cristóbal, um observatório astronômico. Todos esses detalhes estão no site de Alt Maestrat.

Fomos no final de dezembro num dia que ventava muito, por isso, a cidade estava vazia

O que comer em Culla, Valencia

No pé do castelo está apenas um pequenino e simpático café. Nos arredores, contudo, existem algumas Casas Rurales que servem comida. Mas, se você quiser uma experiência bem gourmet, a minha sugestão é que estique até Morella para provar um dos três restaurantes com selo Bib Goumand Michelin. Só não esqueça de fazer reserva!

A Igreja de Santa Maria, uma obra prima gótica toda adornada e situada em Morella, na Espanha
A Igreja de Santa Maria, uma obra prima gótica toda adornada e situada em Morella, na Espanha

Onde se hospedar

Uma boa pedida na região é Aldea Roqueta Hotel Rural, situado em Els Ibarsos, que oferece até um pacote romântico. É a melhor opção que encontramos na região.

Em Els Ibarsos também está o hotel Mas El Cuquello. Fica numa charmosa quinta do século XIX. A decoração das áreas comuns está um pouco desatualizada, contudo, a área externa está mais reformada. É um destino bastante procurado para festas de casamento.

Se quiser ficar numa casinha típica, o hotel La Conquesta de Culla pode ser uma opção bem simples e regional. O Hotel Restaurante La Castellana, em Font d’en Segures, é uma opção de hotel centenário em casarão antigo com decoração contemporânea.

Você está em Valencia ou indo à Valencia? Acesse então a seção sobre essa comunidade autônoma! Porque moro em Valencia e sempre tem muita novidade por aqui sobre vida e viagem na Europa!

Além disso, não deixe também de assinar o newsletter do Ultrapassando Fronteiras e de nos seguir no Instagram, no YouTube, no Facebook e no Pinterest.

Buy me a cup of coffee

O que você achou? Teria algum comentário?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.