O que ver e comer em Morella

Morella é uma cidade medieval situada no norte da Província de Castellón, na Comunidade Autônoma de Valencia. É conhecida por ser da rede dos povoados mais bonitos da Espanha. Também é renomada por abrigar o Castelo de Morella, uma fortaleza enorme de 100 metros de altura e com certo estado de conservação, bem como por suas muralhas e aquedutos. Confira então aqui o que fazer e ver em Morella, em Valencia! E, ainda, não deixe de conferir o que comer lá!

Uma visão geral da cidade

Morella, na Espanha, tem uma densidade populacional baixa, pois são cerca de 2,5 mil habitantes, sendo que em 1900 eram 9 mil. O clima, predominantemente mediterrâneo de montanha, faz então os verões serem um pouco mais frescos que os arredores. E, ainda, proporciona à Morella, em Valencia, belas paisagens de neve no inverno.

A vista do Castelo de Morella, em Castellón, Comunidade Valenciana, Espanha
Do castelo vemos marcas de diferentes séculos de história

Morella, na Espanha, foi um povoado visigodo do século VII. Prova disso, é o depósito que arqueólogos encontraram em um prédio de 12 metros de altura, que poderia ter sido um dos mais importantes do Mediterrâneo, segundo revela a matéria do jornal Levante.

Castelo de Morella visto do centro da cidade com as casas o adornando
Castelo de Morella visto do centro da cidade

Mas ali também estiveram gregos, romanos, mouros e ibéricos. Foi, inclusive, parte da província de Tarragona na época romana. Os mouros teriam conquistado a cidade em 714, nomeando-a de Maurela. Contudo, segundo o site Tour Historia, a origem do castelo fortificado é muçulmana, data de entre 950 e 960, época do Califa Abd-Rahman III. E, em 1084, foi a vez do famoso El Cid, que inclusive atuou na reconstrução do castelo. Mas, cabe destacar que essa história se parece com a de inúmeras cidades próximas na Espanha, como Zaragoza, Peníscola, Sagunto ou Cartagena.

Destaques da cidade

Marcada pela indústria têxtil e, como centro comercial dos seus arredores, Morella vive do turismo, do comércio, da agricultura, da pecuária e da trufa. É, ainda, especialista em embutidos, como jamons e longanizas, e em queijos, especialmente os de cabra e ovelha, além de coalhada e foie gras. Adicionalmente, devido aos ventos, encontramos uma série de parques eólicos.

Uma loja de embutidos da rua principal de Morella
Na rua principal você encontrará trufas e embutidos de produção em Morella

Vale destacar que ela está no Anillo de Morella (Anel de Morella), um trajeto circular que é uma etapa da da rota turística oficial do personagem histórico Cid Campeador, que passa por cidades como Burgos, Teruel, Sagunto, Valencia e muitas mais!

O que ver em Morella, Valencia

Sem dúvida, você não pode ir à Morella sem ver o castelo, as muralhas, o aqueduto, a igreja de Santa Maria e a principal rua medieval do centro! É tudo bem pertinho e você consegue ver em poucas horas em uma day trip. Como anda-se bastante no castelo, recomendo começar por ele e depois descer à cidade, passando pela catedral e, depois, pela rua principal.

A rua principal de Morella na Espanha e suas construções medievais que abrigam lojas e restaurantes
A rua principal de Morella, na Espanha, está repleta de lojas de produtos locais e restaurantes

Castelo de Morella

Declarado monumento histórico-artístico em 1931, o Castelo de Morella é um dos mais bonitos da Comunidade Valenciana, ao lado de Peníscola, Onda, Santa Bárbara (Alicante) e Xátiva. O que o mais destaca é o fato de ter sido construído aproveitando a rocha da montanha em que está, que contorna a estrutura e se faz presente em alguns ambientes.

Estrutura do Castelo de Morella entre as rochas
O Castelo de Morella se diferencia por ter sido construído entre rochas

Dentro, está a parte de artilharia, o palácio do governador, uma torre, uma prisão, ruínas de palácios reais e marcas de outras culturas e civilizações. Além disso, o Castelo de Morella está muito mais conservado do que o de Sagunto ou Vilafamés, por exemplo.

A estrutura do Castelo de Morella, construído entre pedras
Mais da impressionante estrutura do Castelo de Morella, construído entre pedras

Dele, também vemos o vale, a cidade, além das muralhas e dos aquedutos. Mas cabe destacar que, como está bem acima do nível da cidade e em processo de recuperação, pode ser um pouco perigoso subir ao Castelo de Morella de salto ou para quem tem dificuldade de locomoção. Se você quiser saber mais sobre a história dele, aqui no site oficial de Morella encontrará bastante conteúdo.

Convento de San Francisco

Ao pé do Castelo de Morella e acessível com o mesmo ingresso, foi construído entre 1272 e 1390. Conta com claustros, uma capela dedicada a San Vicente Mártir, uma igreja, além dos quartos, refeitório e outros ambientes interiores. Em estilo gótico catalão-valenciano, tem como destaque a Sala Capitular, onde encontramos um afresco do século XV da Dança da Morte. Por mais que a igreja seja do século XIV, ela foi reestilizada por volta de 1800 no estilo neoclássico.

Afresco medieval da dança da morte no Convento de São Francisco em Morella, na Comunidade Autônoma de Valencia, Espanha
Afresco medieval da dança da morte no Convento de São Francisco

Acueducto de Santa Lucía

Uma verdadeira obra de engenharia do século XIV, pode ser vista de cima do castelo e podemos passar ao lado dela, por de trás das belas muralhas que circundam a fortaleza.

O aqueduto de Santa Lucía e as murallas vistas de dentro do Castello de Morella
Atrás das muralhas do Castelo de Morella vemos o aqueduto de Santa Lucía

Igreja de Santa Maria

Indo agora para o centro temos essa parada obrigatória. É toda adornada tanto por dentro quanto no exterior, é uma obra prima da arquitetura e da escultura. Está ao lado da Iglesia de San Nicolas de Valencia e é uma das construções religiosas mais belas da Comunidade Valenciana.

A Igreja de Santa Maria, uma obra prima gótica toda adornada e situada em Morella, na Espanha
A Igreja de Santa Maria, uma obra prima gótica toda adornada e situada em Morella, na Espanha

Construída entre os séculos XIII e XVI, a Iglesia de Santa Maria de Morella tem estilo gótico e renascentista. Na fachada, encontramos a porta dos apóstolos e a porta das virgens. Uma destacada escada caracol sobe ao coral e um altar todo dourado traz adornos originais do século XIV.

Os detalhes da Iglesia de Santa Maria de Morella na Espanha e seus afrescos, esculturas e altar
Os detalhes da Iglesia de Santa Maria de Morella são impressionantes

Centro Antigo

Os arrredores da Calle Blasco de Aragón concentram as ruas mais medievais. Ali você verá lojas de produtos alimentares locais típicos como trufas, embutidos, mel e foie gras. Mas os preços são quase os mesmos que os de supermercados em outras localidades. Por isso, vale a pena levar se você conseguir transportar sem que estraguem! Contudo, os souvenires serão iguais aos de qualquer lugar e aos itens da 25 de março.

As patas e embutidos de Morella, na Espanha, expostos na vitrina de uma loja
As patas e embutidos de Morella, na Espanha, expostos na vitrina de uma loja

Cavernas (cuevas) pré-históricas de María La Vella

Não cheguei a ir até as cavernas, mas elas trazem pinturas rupestres consideradas Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Estão situadas na estrada de Morella a Xiva de Morella, no 2 a 7 km de Morella.

Onde comer em Morella, Valencia

Uma das melhores atividades de Morella, em Valencia, é comer. A pequena cidade de 2.500 habitantes apresenta 3 restaurantes Bib Goumand Michelin. E, por ser uma região de trufas, carne de caça e foie gras, apresenta cardápios muito especiais. Mas, como regra geral para bons restaurantes na Espanha, você precisa reservar antes.

Uma das delícias do restaurante Michelin Vinatea de Morella, na Comunidade Valenciana, Espanha
Uma das delícias do restaurante Michelin Vinatea de Morella

No geral, o preço deles é parecido entre si. Entretanto, o Daluan tem pratos principais mais caros que os demais. Sobremesa e entradas não têm tanta diferença de valor. Você verá, ainda, que os demais restaurantes de Morella estão nessa mesma faixa de preço. E, como boa referência de comparação, você pode usar as croquetas morellas, oferecidas em todos os restaurantes de lá, ou a sopa morellana e, de sobremesa, coalhadas.

Restaurante Daluan

É considerado o melhor de lá. Apresenta menus (cerca de 35 euros) de acordo com a estação e a época do ano, além de um especial para pratos com trufas (entorno de 50 euros). O Daluan está Callejón Cárcel 4, Morella, Espanha.

A entrada do restaurante Daluan de Morella, na Comunidade Autônoma de Valencia, Espanha
A entrada do restaurante Daluan de Morella, na Comunidade Autônoma de Valencia, Espanha

Restaurante Vinatea

Nos surpreendemos ao chegar, pois o dono é um brasileiro que vive há 20 anos na Espanha. Foi então que entendemos o motivo dos pratos do Vinatea terem como ingredientes aguardente ou “pimenta do Amazonas” (biquinho). Ideal para quem busca carne de caça, é o que tem decoração mais elaborada. Você verá um cuidado em cada detalhe, inclusive no som ambiente do banheiro. Aliás, o restaurante faz parte de um hotel que comento abaixo! Está na rua principal, na Calle Blasco de Alagón 17, Morella, Valencia.

O foie gras do restaurante Vinatea de Morella
O foie gras do restaurante Vinatea de Morella

Mesón del Pastor

Esse é aquele restaurante bem tradicional, com muitas mesas de madeira pesada e decoração mais escura. É aquele lugar onde os pratos são mais bem servidos e com o sabor de comida feita em casa por uma excelente cozinheira local. O Mesón del Pastor vai ter mais opções com carnes, sem muitas variações da cozinha de fusão, mas é onde você poderá encontrar a verdadeira comida de Morella, Espanha.

Onde ficar em Morella, Espanha

La Fonda Moreno

Situado no coração do povoado, está reformado e possui um restaurante. São apenas 9 quartos, ideal para quem quer ver Morella com mais tranquilidade, ficando perto de tudo, inclusive do Castelo de Morella. Cabe destacar que não há, contudo, nada de muito diferenciado na ambientação dos quartos do La Fonda Moreno. Eles são confortáveis, mas são padrão.

Quarto do hotel La Fonda Moreno em Morella, Castellón, Comunidade Autônoma de Valencia, Espanha
La Fonda Moreno é uma opção central de hotel em Morella

Vinatea Suites

Situado junto ao restaurante que acabo de comentar, esse hotel é bem sofisticado. Tem uma decoração com móveis que conseguem ser, ao mesmo tempo, clean e imponentes. O Vinatea Suites de fato é um lugar bem romântico para passar um final de semana em Morella, Espanha, com direito à jacuzzi. Aliás, do ponto de vista de conforto e estilo, é o mais premium.

Quarto do Vinatea Suites é o mais diferenciado de Morella

Hotel Cardenal Ram

Esse é uma opção para quem quer um clima medieval na ambientação. Num prédio centenário, esse pequeno hotel traz uma decoração repleta de móveis de madeira escura que buscam nos levar a tempos passados, vivenciando uma Morella antiga. Também com um restaurante, apresenta opções “escapada romântica” de final de semana em que a hospedagem somada a uma meia pensão ou pensão completa no restaurante do Cardenal Ram, além de massagens e cava podem resultar num bom custo-benefício.

Uma opção de hospedagem com muito clima medieval

O que mais me marcou nessa day trip

Ao caminhar por ela, fiquei imaginando como essa cidade era rica entre os séculos XIII e XIV, época em que foi construída essa basílica e a fortaleza. Você imaginaria que uma cidade de 2.500 habitantes reservaria como surpresa tamanha catedral e um castelo de 100 metros de altura? Essas são as delícias de explorar os lugarzinhos fora dos roteiros tradicionais e o que mais gosto de publicar aqui pra vocês, assim como fiz com Riquewihr ou Kaysersberg quando morei na Alsácia ou com Scilla e Capo Vaticano da Calábria!

O Jardin de los Poetas de Morella, na Espanha
O Jardin de los Poetas está ao pé do Convento de San Francisco

Paris, Berlim, Madri, Barcelona, Milão entre outras belas cidades principais do turismo você encontra em qualquer blog sobre Europa. Mas os lugarzinhos especiais garimpados, exclusivos, roteiros de charme e viagens que quem mora faz, você vai conhecer aqui! Quero levar a você o diferente, o turismo de quem é local, a história e o sabor que se conhece vivendo e conversando com quem mora. 

Pela rua principal desse lindo pueblo com encanto

Cada achado como Morella eu considero, portanto, uma vitória. Eles são difíceis de encontrar, mesmo nos dias de hoje em que temos conteúdo sobre tudo. Simplesmente porque só se escreve sobre os principais destinos. Morella te leva no tempo, assim como outras cidades pouco artificiais, pequeninas e preservadas. Isso foi a Idade Media na Península Ibérica! 

O que combinar com Morella

Se você estiver em Valencia e sair cedo, a cidade pode ser então combinada com Vilafamés (o que fizemos), Culla ou, indo para o litoral, Peñíscola. Sagunto também pode ser uma opção, mas eu prefiro as praias e as atrações de Peñíscola. Já estive em Castellón e não acho que vale a pena, viu?

O que fazer em Peníscola, Valencia
O castelo é sem dúvida um item obrigatório da lista do que ver em Peníscola

Mas, se você está subindo para o Norte, pode combinar com uma das charmosas Albarracin e Teruel, que estão na província ao lado.

Detalhes de Teruel com uma das torres ao fundo
Detalhes de Teruel com uma das torres ao fundo

Como chegar à Morella, Valencia

Morella está situada a 170 km de Valencia, o que, somando a AP7 às sinuosas estradas que levam até lá (como a N232), dá 2 horas de carro. De Castellón, portanto, são 100 km, totalizando 1h20. O trajeto de Valencia até lá é muito bonito, passando por vales, plantações de azeitonas e povoados muito pequeninos.

As Torres ou Portas de Serranos são um símbolo de Valencia
As Torres ou Portas de Serranos são um símbolo de Valencia que você precisa visitar quando estiver por aqui

Ao chegar, não esqueça que não poderá entrar na cidade murada. Por isso, você deverá deixar o carro em estacionamento logo antes da porta da cidade. Pagamos 2,5 euros para parar ali, mas não era coberto e nem oferecia opções de sombra. Será intuitivo chegar até ele porque uma cabine está posicionada pouco antes das vagas e, obrigatoriamente, você terá de parar para pagar.

Segundo o site Loves Valencia, a empresa Autos Mediterrâneo trabalha conectando Morella a Vinarós, Castellón e Peñíscola.

Está em Valencia ou está vindo para cá? Confira então o tópico sobre a Comunidade Valenciana! Além disso, não deixe também de assinar o newsletter do Ultrapassando Fronteiras e de nos seguir no Instagram, no YouTube, no Facebook e no Pinterest. Porque moro em Valencia e sempre tem novidade aqui sobre vida e viagem na Europa!

O que você achou? Teria algum comentário?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.