EuroAirport: um aeroporto, três países

Quando morei na Alsácia, tive a sorte de ser presenteada por um aeroporto ímpar: o EuroAirport. Ele atende as cidades de Basel (Suíça), Freiburg (Alemanha) e Mulhouse (França). Por um convênio, em um mesmo espaço, viajantes saindo ou entrando três países podem voar. Conto aqui como funciona e como ir para o EuroAiport!

O interessante desse aeroporto é que com a integração desses países, mais opções e companhias estão disponíveis. Eu podia, assim, pegar um voo de uma empresa no guichê da Alemanha ou até da Suíça, por mais que eu morasse na França.

EuroAiport: atende Suíça, França e Alemanha
EuroAirport: atende Suíça, França e Alemanha

Como é o EuroAirport

Inaugurado em 8 de maio de 1946, é um símbolo da cooperação do pós-guerra. Conecta aproximadamente 100 aeroportos e mais de 30 países. São 25 companhias aéreas e 120 voos diários. No ano passado, cerca de 8 milhões de pessoas passaram por ele por vôos oriundos de toda a Europa, do norte da África e do Oriente Médio.

Parece complicado transitar lá, mas não é. O check in é dividido por nacionalidade, por isso, nunca uma empresa estará em dois locais. A Air France, lógico, está do lado francês, mas a Easyjet encontramos na Suíça. A sinalização é boa e, portanto, não dá pra confundir.

Hall francês do EuroAirport e a sinalização para o lado Suíço
Hall francês do EuroAirport e a sinalização para o lado Suíço

Eu só achava um pouco mais chatinho quando eu pegava um guichê com fiscal da Suíça, que não faz parte da União Europeia, mas está no Território de Schengen. Como meu passaporte é brasileiro e tinha um visto de trabalho, eles sempre fazem muitas perguntas. Quando é um francês ninguém pergunta nada.

Como ir para o EuroAirport

O grande desafio para ir ao EuroAiport é como acessar ou se deslocar das cidades próximas, pois o táxi é caríssimo. Para ir à Mulhouse eu pagava cerca de 80 euros nos domingos, o que é praticamente inviável. Ao mais barato, contudo, era durante a semana, quando chegava a 60 euros.

Além disso, ir para o EuroAiport em ônibus diretos é um desafio. Eles só estão disponíveis às 8h30, 10h10, 12h40 e 17h30, pela Flixbus (entre 5 e 8 euros). Como Murphy faz seu vôo nunca ser na hora do ônibus, o negócio é pegar um da Distribus (2,50 euros) na porta do aeroporto para a estação de Saint Louis e depois um trem (6,80 euros) para Mulhouse. Nessas trocas de transporte, uma viagem que dura 15 minutos de carro pode então demorar entre uma e duas horas, de acordo com a programação do ônibus e do trem.

Estação de St. Louis: o ônibus azul vai para o aeroporto e o tram verde para Basel
Estação de St. Louis: o ônibus azul vai para o aeroporto e o tram verde para Basel

Para ir à Basel é fácil, pois a cada 15 minutos a companhia BVB opera ônibus do EuroAiport para a cidade suíça. Além disso, também oferecem tram saindo de St. Louis.

Para ir à Freiburg tem Flixbus (23 euros) saindo do aeroporto a cada hora das 7h até pouco depois da meia noite.

Cabe destacar que lá dentro estão diversas locadoras de automóveis, sendo que algumas delas usei quando morei em Mulhouse. E, se estiver de carro e precisar estacionar, você encontrará estacionamento pago tanto no lado francês e como do lado suíço. Mas as motos e bicicletas podem ser estacionadas gratuitamente no F1 ou S1.

Quanto custa o voo ao EuroAiport

Não costuma ser dos aeroportos mais baratos, contudo, um voo de Paris ou Frankfurt possivelmente será mais em conta. Mas é uma bela mão na roda pra quem quer sair e chegar na região!

Quais são os códigos do EuroAirport

Se quiser pesquisar passagens para viajar por ele, use todos os códigos IATA: BSL, MLH, EAP. Nem sempre se colocar Basel ou Mulhouse, por exemplo, aparecerá todas as opções de voos.

Uma informação interessante é que logo após o desembarque existem balcões de informação com diversos folhetos de atrações dos três países, incluindo mapas como o da rota do vinho da Alsácia.

Se você pegará algum voo para o EuroAiport, não deixe de conferir nossos posts sobre Basel, Freiburg, as ciclovias da região, as atrações de Mulhouse, além de cidades próximas como Strasbourg, Colmar, CernayEguisheim, Riquewihr, SélestatThann, Kaysersberg, Ribeauvillé, Belfort e Altkirch. Como morei um ano na região, sempre terá mais conteúdo por aqui!

Confira também:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.