O que fazer em Fuerteventura

Fuerteventura é uma ilha da Espanha presente no arquipélago das Canárias, porém no continente africano. Situada a cerca de 100 km do Marrocos, é muito mais quentinha, no inverno e outono, que as ilhas Baleares (Formentera, Ibiza, Menorca, Mallorca), por exemplo. Isso porque tem clima desértico e tropical. Com paisagens ainda bem selvagens e longas praias, revela segredos de uma linda viagem, pois você encontrará pouco conteúdo sobre o que fazer em Fuerteventura, especialmente em português!

Oque fazer em Fuerteventura
Fuerteventura vem de ventos, por isso, tem ótimos lugares para vela e outros esportes aquáticos

Mas, no geral, é o lugar pra você ir e ficar relaxado num hotel all inclusive, seja em casal ou em família. Ou então para fazer esportes como kite, wind, corrida e ciclismo! É um prato cheio para mergulho, pois em 2009 recebeu o título de Reserva da Biosfera, além de ser forte no turismo sustentável. Mas, se você quiser ficar batendo perna o dia todo por atrações, talvez não seja esse o destino pra você.

Li verdadeiras poesias em matérias que traduzem Fuerteventura como a ilha da calma, ou a ilha da tranquilidade. É o lugar da descompressão, do fazer nada, da simplicidade do sentir e viver. A ilha minimalista, mas contraditória nesse minimalismo porque tem muito turismo de resorts enormes all inclusive.

Confira nossa lista de onde ficar em Fuerteventura!

Inclui aqui alguns exemplos para deixar você com curiosidade! Clique aqui para conhecer!

Quando ir à Fuerteventura

Para quem mora na Europa e está acostumado a temperaturas frias, todo o ano pode ser hora de visitar as Canárias, especialmente entre abril e novembro. Inclusive, foi em novembro que visitamos a ilha, mas estamos acostumados a pegar praia a 20 graus. Contudo, vale destacar que dezembro é o período de chuvas. Por isso, você pode não aproveitar tanto o passeio!

Fuerteventura vem de ventos frios, ótimo para amenizar o calor no verão, mas dá uma geladinha no frio em relação às outras ilhas Canárias. Eles também favorecem a prática de esportes marítimos como windsurf e kitesurf, o esporte favorito de uma boa parcela dos visitantes! Fuerteventura também é procurada por esportistas adeptos por ciclismo, corrida em trilha e montanhismo, que podem desempenhar essas atividades em quase todo o ano!

Mas vamos à lista do que fazer em Fuerteventura! E lembre-se sempre de diminuir o ritmo aqui!

Corralejo

O primeiro item da lista de o que fazer em Fuerteventura sem dúvida é o Parque Natural de las Dunas de Corralejo. Trata-se de uma área de 11 km de comprimento de dunas, muito desértica, com uma longa praia. O lugar é sem dúvida lindíssimo e marcante, mas para quem é brasileiro como eu não é o grande diferencial como praias e cenas vulcânicas que falarei mas à frente.

A avenida paralela de Corralejo tem bastante estrutura, com bons restaurantes, bares, hotéis e vida noturna! Aqui você poderá sentar para comer e beber de frente pro mar.

Corralejo é um dos lugares onde mais encontrei opção de onde ficar em Fuerteventura. Fiz uma bela seleção em outra matéria, se quiser conferir aqui no Ultrapassando Fronteiras!

Para quem estiver buscando o que fazer em Fuerteventura com filhos, aqui em Corralejo está o Acua Park. É importante, ainda, destacar alguns restaurantes que nos recomendaram fortemente: Grill El Sombrero, Rompeolas Restaurante e Toro Beach.

A água do Corralejo é impressionante

É mesmo um belo local onde ficar em Fuerteventura, pois além da estrutura, você encontra em Corralejo o porto, com saída para Lanzarote, Isla de Lobos e outros passeios de barco!

El Cotillo

Lugar onde me hospedei em Fuerteventura, é um local tranquilo que foi um vilarejo de pescadores e ainda preserva esse astral. Há quem considere alguma das praias dessa área como as melhores de Fuerteventura.

Mas, por ser uma região mais isolada, não oferece opção de alugar cadeiras de praia ou guarda-sol. Confesso que estou acostumada com isso e até prefiro, pois preserva mais o local. Por isso, sempre levo toalha e canga – ou compro – em viagens à praia na Europa! Não se esqueça de levar comida e bebida, pois não tem restaurantes nas praias.

Destaques do que fazer em El Cotillo

Um elemento interessante das praias de Fuerteventura e, em especial, de El Cotillo, é que criam uma espécie de fechamento de pedras para proteger dos ventos. Achei muito curioso!

Mas no centrinho você encontrará lojinhas charmosas e boas opções para comer, como La Vaca Azul, La Marisma de Mariquita Hierro e Bar Torino. Aliás, confira aqui no Ultrapassando Fronteiras o que comer nas ilhas Canárias!

Somando cor de água, montanhas, pedras e pôr do sol, a região de Cotillo foi a mais diferente pra mim. Isso porque as demais contam com dunas e areia fina, o que é bem comum no Brasil. Estava tudo lindo até mesmo no frio e chuva! Destaco as praias del Aljibe de la Cueva, Los Charcos, La Barra (a que mais gostei), El Islote e El Rio.

Playa de La Concha é um dos cartões postais de Fuerteventura, especialmente conhecida pelo pôr do sol. A Playa de Esquinzo (cuidado para não se confundir com a do Sul) também se destaca.

O pôr do sol da Concha é um dos mais famosos de Fuerteventura

Um lugar diferente para conhecer é a Pop Corn Beach, repleta de pedrinhas produzidas por algas e que ficaram parecendo verdadeiras pipocas! O lugar fica longe e a estrada é difícil, mas achei muito inusitado! Ficamos então brincando com as pipocas. Foi muito divertido! Para chegar, você pode fazer uma trilha de Corralejo ou pegar umas estradas de terra de El Cotillo.

No trajeto, você pode parar para tirar uma foto no farol vermelho e branco del Tolston, onde está o Museo e la Pesca Tradicional. Além disso, as praias ao redor são bem interessantes, mesmo no frio, quando fomos.

Costa Calma e Sotavento beach

Como característica de Fuerteventura, onde encontramos mais praias extensas que calas, Sotavendo é super comprida. Uma das mais lindas da ilha, é desértica e tem águas bem clarinhas. Mas, como o nome diz, venta muito. Por isso, não é um lugar para você tomar sol. Contudo, é o lugar perfeito para uma caminhada, descansar e praticar windsurf e kitesurf.

Alguns dos hotéis com as melhores vistas estão aqui | Foto: Booking

Morro del Jable: parte mais agitada da ilha

Toda ilha europeia tem seu trecho de agito, pode ser em Corfu (Grécia), na Sardenha (Itália), em Formentera (Baleares, Espanha) ou em qualquer das Canárias, inclusive na vizinha Lanzarote. Em Fuerteventura, esse lugar é o Morro del Jable. É por isso que, se quiser infraestrutura, com hotéis, restaurantes, cafés e festa, o lugar é aqui! Pra alguns, contudo, isso é sinônimo de ficar longe!

El Cofete: uma das praias mais bonitas do mundo

Em rankings como TripAdvisor, El Cofete costuma aparecer como das praias mais bonitas do mundo! Esta é a minha praia favorita em toda ilha. Não é fácil chegar porque a estrada é de terra e bem sinuosa, em um percurso de mais de uma hora de carro. Porém a vista que se tem do topo do morro é incrível e, quando você chega na praia, é ainda melhor. Infelizmente, o sol se esconde rápido atrás da cadeia de montanhas, mas é um passeio que vale a pena, mesmo com o tempo de deslocamento. Nesta matéria você encontra mais detalhes, porém está em castellano.

Barco a Isla de Lobos

A Isla de Lobos é um passeio imperdível e bem pertinho de Fuerteventura! Em apenas 15 minutos de barco de Corralejo, estão praias virgens com água de cor turquesa e super pouco explorada pelo turismo. É um passeio relativamente barato, pois são 15 euros ida e volta!

A Ilha de los lobos é linda de qualquer lugar

Chegando curta as praias mais legais La Concha e El Puertito. Mas não se esqueça de levar lanche e bebida, além de protetor solar e calçado confortável para caminhadas. Na ilha tem um vulcão que pode ser visitado.

Passeio de barco a Lanzarote

Se conhecer mais uma da Ilhas Canárias, você pode ir de ferry ou barco, saindo de Corralejo, para Lanzarote. É, aliás, uma bela combinação de férias! Meu roteiro foi de 4 dias em Lanzarote e depois 3 em Fuerteventura! Eu diria que Lanzarote é um dos lugares mais diferentes e intensos que já estive! E, para ir pra lá, basta pegar um ferry no porto de Corralejo. No texto que escrevi sobre como chegar em Lanzarote e no sobre como chegar em Fuerteventura eu explico mais!

A melhor combinação com Fuerteventura é conhecer Lanzarote

Vilarejos históricos de Fuerteventura

Encontramos em Fuerteventura uma série de vilarejos coloniais, como Betancuria,  com casinhas brancas de telhados de flores e uma igreja charmosa do período colonial. Foi fundada por Jean Betancourt, por isso, o nome. E foi nesse local construído o primeiro convento das Canárias e é por essa razão que é uma das atividades mais históricas que fazer em Fuerteventura.

La Oliva

No século XIX outras cidades foram ganhando mais importância, por isso, se desenvolveram Lajares e La Oliva, onde estão restaurantes mais típicos e de qualidade mais elevada. Aliás, nós optamos por visitar La Oliva, assim, otimizaríamos os deslocamentos e focaríamos o objetivo de relaxar.

A Avenida principal de La Oliva é a estrada que a conecta às praias, à montanha Tindaya e a Villaverde

La Oliva foi capital de Fuerteventura entre 1836 e 1860. Lá encontramos a Casa de Los Coroneles, Casa de Castilla e a Iglesia de la Candelaria.

Nossa Senhora de la Candelaria em La Oliva

Alguns hotéis mais rurais que oferecem restaurantes deliciosos estão por ali. Um deles é o El Cabo Casa Marcos e o Hotel Restaurante Mahoh. O La Villa é outra opção bastante charmosa e mais elaborada. Nós escolhemos o Casa Marcos e amamos! Um dos melhores lugares onde comemos carne na Espanha e um dos melhores atendimentos que já tivemos também! Aliás, fomos recebidos por um bem gentil uruguaio!

Não deixe de conferir nossas dicas de onde ficar em Fuerteventura que inclui esses hotéis!

Antigua e Pájara

Numa área mais central está a cidades Antigua, onde fica o Centro de Artesania Molino, com um moinho antigo que você verá em diversas fotos de instagramers como a Marina Comes, amante de Fuerteventura.

É em Pájara que fica o Parque Nacional de Jandía, além do famoso Mirador Sicasumbre, mirante no topo de uma montanha com vistas lindas!

Montanha Tindaya

Para quem busca em Fuerteventura uma pegada mais vulcânica e ecoturismo, é possível programar passeios para a Montanha Tindaya (que foi um vulcão) onde estão figuras rupestres de aborígenes. E, ainda, o vulcão La Gayria. Como nós passamos quadro dias em Lanzarote focados em paisagens vulcânicas, curtimos o Tindaya mais de longe! Na região e La Oliva e Villaverde é bem gostoso curtir restaurantes com vista para ela!

O que fazer em Fuerteventura e a Montanha Tindaya
Tindaya é uma das atividades que fazer em Fuerteventura para quem curte trilhas e natureza

É muito lindo ver as histórias delas, pois os aborígenes a consideram um lugar sagrado. Ela tem um formato piramidal com mais de 400 metros de altura. Foi esculpida ao longo dos anos, deixando essa maravilha de ser ver de longe!

E, se ainda quiser visitar mais atrações naturais, uma opção é do Monumento Natural do Ajuy, o qual oferece cavernas. Está situado no povoado de pescadores de Ajuy.

Você está indo à Fuerteventura e às Canárias?

Não deixe então de conferir como chegar em Fuerteventura e onde se hospedar em Fuerteventura e o que comer ilhas Canárias! Além disso, assine o newsletter do Ultrapassando Fronteiras e nos siga no Instagram, no YouTube, no Facebook e no Pinterest. Porque moro em Valencia e sempre tem novidade aqui sobre vida e viagem na Europa!

O que você achou? Teria algum comentário?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.