Como ir à Fuerteventura

Fuerteventura é uma ilha da Espanha presente no arquipélago das Canárias, porém no continente africano. Situada a cerca de 100 km da costa da África, especificamente do Marrocos, é procurada pelos europeus por oferecer sol e temperaturas altas durante quase todo o ano, de abril a novembro. Confira aqui como ir à Fuerteventura e desfrutar das belezas naturais da ilha.

O belo pôr do sol em El Cotillo

Posição de Fuerteventura nas Canárias

Se olhar no mapa, verá que a ilha é a mais próxima da África e está a pouco mais de 13 km de Lanzarote. É por isso que combinar as duas é uma excelente opção. Essa foi a melhor explicação que minha amiga Ana, que morou em Las Palmas, me deu!

Você pode combinar Fuerteventura com as praias e atrações vulcânicas de Lanzarote

Em contrapartida, para Gran Canária, até existe balsa, mas serão mais de 100 km! No blog Canarias Afortunadas você encontra a distância entre cada uma delas e é bem interessante de ver! E vai entender mais visualmente como ir à Fuerteventura!

Como ir à Fuerteventura em avião

Fui à Fuerteventura depois de ir à Lanzarote, ilha que cheguei por avião direto de Valencia, onde moro, e depois peguei um ferry. Mas você pode pegar um voo direto para o aeroporto El Matorral, situado a 5 km de Puerto del Rosario, a capital.

Saindo do Brasil, você pode ir para a Europa ou para o Marrocos e então pegar mais um voo. Da Espanha, no geral, é mais fácil ir saindo de Madri, Barcelona e Valencia, pois têm voos mais regulares. Pela cia aérea low cost Vueling, só com mala de bordo, pagamos mais ou menos 75 euros por pessoa a ida e volta Valencia a Lanzarote em novembro.

De outros países europeus, pelas nacionalidades que mais visitam a ilha, você encontrará voos frequentes da Inglaterra, França e Alemanha. Vale destacar que chegamos por Lanzarote e voltamos por ela porque pegar o carro em uma ilha e devolver em outra ficava muito caro!

Puerto del Rosario é pouco atraente para se hospedar e pode dar até mais de 1 h de distância de algumas praias. Por isso, ou você terá que alugar carro ou pegar um transfer para sair de lá!

Vale destacar que chegamos por Lanzarote e voltamos por ela porque pegar o carro em uma ilha e devolver em outra ficava muito caro!

Ferry e para de outras ilhas

De ferry Fred Olsen, você chega de Lanzarote, a ilha do lado e, como vimos, a mais fácil de combinar. Os ferrys fazem Corralejo (Fuerteventura) à Playa Blanca (Lanzarote) rapidinho e sem balançar! Além de novas, as balsas são super modernas e uma ilha está bem de frente da outra.

Mas, se quiser ferrys de outras ilhas e mais longos ou, às vezes, até mesmo de Cadiz, você também encontra na Fred Olsen. Não se esqueça de reservar pelo site com antecedência para garantir o lugar. Você para pelo tamanho do carro e por pessoa.

Aluguel de carro nas Canárias

Como já comentei em outro texto, alugar carro na Espanha é barato e fácil. Contudo, nas ilhas pode sair bem mais salgado. Mas você não terá muita saída com relação ao carro, a não ser que use transfer do hotel e contrate passeios.

Explorar as praias do Corralejo em toda extensão só é possível e flexível de carro

Para se deslocar sozinho, o carro acaba sendo uma facilidade incrível e uma economia, especialmente em Fuerteventura, onde as distâncias são longas. É fato que o aluguel de carro será sua segunda despesa mais alta da viagem depois da hospedagem. 

O aluguel de carro te propicia flexibilidade e ir a lugares mais distantes e menos tradicionais como a popcorn beach

Para saber todas as dicas das melhores companhias com base na minha experiência e como fazer a escolha, não deixe de ler o que escrevi sobre alugar carro na Espanha!

Barco a ilhotas próximas

Além disso, de Fuerteventura, pode-se, saindo de Corralejo, ir à pequena Ilha dos Lobos e, de Lanzarote, para a ilha Graciosa. Vale destacar que, como acontece na maior parte das ilhas europeias, você precisa alugar um carro. A não ser que você opte a ir a um resort, pegar o transfer deles, e de lá não sair!

A vista para a Ilha dos Lobos das dunas do Corralejo

Cruzeiros em Fuerteventura

As ilhas Canárias são destino tradicional de cruzeiros na Europa. Eu sou fã em lugares assim, pois você sai de um lugar à noite e chega em outro de manhã, sem precisar fazer nada pra se deslocar e sem mudar de hotel e arrumar malas. Adoro essa praticidade!

Não fiz cruzeiro especificamente nas Canárias, mas já fiz no Mediterrâneo, passando por Itália, Espanha, Marrocos e Portugal e amei!

O cruzeiro que fiz no Mediterrâneo, com sol em pleno outubro!

Alguns cruzeiros das Canárias saem de Barcelona, outros vão ser combinados com Marrocos, outros com ilha da Madeira. Só fique de olho para confirmar se as combinações de ilhas são interessantes para o que busca e o tempo para ficar nelas também! Eu, por exemplo, passei quatro dias em Lanzarote e não ficaria menos de três por lá!

Como se deslocar em bicicleta

Uma ilha focada nos esportes, Fuerteventura oferece opções para todo tipo de atividade física, incluindo ciclismo. Encontramos ao longo das estradas e trilhas uma série de ciclistas de todos os lugares do mundo. Você pode levar a sua bike ou alugar por lá, inclusive nas ilhotas próximas, como a dos Lobos e a Graciosa, onde o deslocamento é feito basicamente por elas.

Ciclismo é uma das atividades mais fortes de Fuerteventura

Confira aqui também:

Onde se hospedar em Fuerteventura

O que fazer em Fuerteventura

Está nas Canárias e na Espanha ou indo pra lá? Então assine o newsletter do Ultrapassando Fronteiras e nos siga no Instagram, no YouTube, no Facebook e no Pinterest. Porque moro em Valencia e sempre tem novidade aqui sobre vida e viagem na Europa!

O que você achou? Teria algum comentário?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.