15 motivos para ir à Alsácia

A Alsácia é a menor região da França e a que revela mais sabores e belezas por hectare. Esse lugarzinho nos proporciona grandes momentos para uma viagem, seja sozinho, com amigos, em um passeio romântico ou com crianças e família. Separamos aqui alguns motivos incríveis para que escolha esse destino para as próximas férias!

Alsácia: roteiros de viagem de 2, 4 e 7 dias

A Alsácia tem atrações para todos os gostos e idades. Lá você confere cidades medievais, trilhas nas montanhas e na floresta negra, lagos, neve e sol. Também pode visitar vinícolas e experimentar excelentes restaurantes, já que é a maior região depois de Paris no número de estabelecimentos com estrelas Michelin. Museus famosos e castelos também não ficam de fora da lista! E, para quem tem crianças bem pequenas, o Parque do Pequeno Príncipe pode ser uma oportunidade de brincar com o famoso personagem!

Os alpes e a floresta negra na Tour du Belvédère

A Tour du Belverdère é uma torre de observação metálica construída em 1898 que possibilita ver diversos pontos da região. Restaurada em 2004, preserva seu ar antigo. As madeiras do piso e a estrutura em metal reforçam esse astral. Dá para imaginar, ao subir, como foi no passado o dia a dia nela como local de observação.

À procura do Olho da Bruxa de Thann

Thann é a primeira cidade da rota do vinho da Alsácia. À parte da deliciosa bebida, o destino oferece interessantes trilhas, em especial, a do olho da bruxa (l’oeil de la sorcière). São ruínas do Château de Engelbourg, demolido por Louis XIV.

Viagem à Riquewihr, a pedra preciosa da Alsácia

Há séculos combinando a arquitetura com vinhos de elevada qualidade, Riquewihr é conhecida como a pedra preciosa dos vinhedos da Alsácia. Um verdadeiro museu a céu aberto, Riquewihr permite uma profunda viagem no tempo. Foi uma das poucas da região que não sofreu sérios impactos da Segunda Guerra e está intacta.

Uma viagem no tempo em Altkirch

Sabe aquele dia que você fica muito atrapalhada, demora pra se arrumar e acaba chegando na estação na hora em que o seu trem acabou de sair? Esse era o meu dia quando cheguei em Altkirch, uma micro cidade no noroeste da França, com apenas cinco mil habitantes, praticamente em cima da linha da fronteira…