15 motivos para ir à Alsácia

A Alsácia é a menor região da França e a que revela mais sabores e belezas por hectare. Esse lugarzinho nos proporciona grandes momentos para uma viagem, seja sozinho, com amigos, em um passeio romântico ou com crianças e família. Separamos aqui alguns motivos incríveis para que escolha esse destino para as próximas férias!

10 motivos para ir à Basel, na Suíça

Uma cidade tranquila e super conservada, Basel (ou Basileia) propicia momentos muito agradáveis. Separamos aqui alguns motivos para escolher esse destino!

Rota do vinho da Alsácia: a exuberância dos brancos franceses

Os brancos aromáticos da Alsácia podem ser curtido na rota do vinho da região, formada por uma estrada estreita (uma mão vai e outra volta) que conecta as villages desse estado da França. Todos os meses do ano são lindos: na primavera, o verde desabrocha; no verão, as uvas estão no auge; no outono, as folhas ficam amarelinhas e a paisagem bem acolhedora; no inverno, as montanhas ao redor, cheias de neve, dão um toque especial.

Os lindos mercados de Natal da Alsácia

A Alsácia, na França, tem uma longa tradição de Natal, tanto por ser o local que criou o pinheiro de Natal, biscoitos e bolos quanto por ter mercados incríveis.

O que fazer em Limoges, capital da porcelana francesa

Limoges é a capital da porcelana. Todas aquelas peças maravilhosas francesas que vemos são feitas na região. Existem diversas lojinhas dedicadas a esse tema na cidade e é possível visitar as fábricas, bem como fazer cursos de cerâmica e pintura e porcelana. É ainda produtora de peças de cobre esmaltadas e de barris de madeira para Cognac.

6h em Zurique: roteiro para stopover

Zurique não é enorme. Tem cerca de 400 mil habitantes. Na área central está tudo muito pertinho, concentrado. Um pouco mais distante ficam apenas as mega mansões. Visitar a cidade, portanto, não é difícil nem muito demorado, ou seja, perfeito para um bate e volta! Fica então a dica para quem estiver nas redondezas ou fizer uma escala mais longuinha.

Como encontrar documentos de familiares falecidos

Para quem almeja pedir uma cidadania estrangeira, além de encontrar a certidão de nascimento do antepassado estrangeiro, é necessário também localizar todas as certidões de nascimento, casamento e óbito de familiares nascidos no Brasil. Essa é uma tarefa que às vezes pode ser mais complexa do que localizar documentos no exterior. Eu já passei esse perrengue e, depois de desvendar alguns caminhos, resolvi escrever para ajudar quem está nessa missão.

Metz: a cidade das portas e canais que me encantaram

Metz foi abençoada por dois rios, o Moselle e o Seille. Assim como em Paris, ao ser atravessada pelos rios, divide-se em charmosas ilhas. Em alguns trechos formam-se canais, como vemos em cidades como Strasbourg, Colmar e Amsterdã. É possível então caminhar à beira de diversos canais e curtir vistas bem bonitas. O lugar que mais amei foi a Catedral Saint-Étienne. A nave dela é enorme, é um dos prédios góticos europeus mais altos.

Freiburg im Breisgau, a cidade sustentável cercada pela floresta negra

Freiburg im Breisgau, ou Friburgo em Brisgóvia, na Alemanha é conhecida por estar situada na famosa Floresta Negra, uma região de mata densa e pinheiros em que Chapeuzinho Vermelho foi surpreendida pelo lobo mau. É uma típica cidade medieval alemã bastante impactada pela Segunda Guerra Mundial, mas que teve seu charme preservado.

Au Trotthus, uma experiência gastronômica na Alsácia

Para a segunda visita que meu namorado me fez, consegui uma reserva num restaurante estrelado de Riquewhir, a mais charmosa e sofisticada cidade da rota do vinho e que é a nossa favorita. O escolhido foi o Au Trotthus, cujo chef é um francês que viveu na Ásia e leva para a culinária local um toque de suas experiências no Oriente.