A bela e inesquecível Scilla, na Calábria

Roteiro de viagem a Scilla, na Calábria, Itália

Scilla é, junto com Tropea, um dos destinos turísticos mais visitados e fotografados da Calábria. Para entender o motivo, basta só ver as imagens do castelo à beira mar nessa vila de pescadores.

Situada no estreito de Messina, tem uma grande marca da mitologia. Um dia a Calábria foi Magna Grécia e preserva até hoje belos enredos, como é o caso de Scilla.

O Castelo Ruffo de Scilla, na Calábria
O Castelo Ruffo de Scilla, na Calábria

O que fazer em Scilla

Na mitologia grega Scilla era uma ninfa que morava no lado oposto do estreito de Medina, exatamente onde hoje é a cidade. A ninfa se transformava em monstro que amedrontava os navegantes. Era, assim, a personificação dos perigos de navegação perto de rochedos e redemoinhos.

Na Odisseia, ela também está presente porque, nessa obra, Homero vence Scilla numa batalha.

O Castelo Ruffo de Scilla, na Calábria
O Castelo Ruffo de Scilla, na Calábria

Curiosamente, o ponto turístico mais famoso de Scilla é o castelo que protegia a cidade de ataques. Por séculos, o Castello Ruffo, situado na praia, foi uma base militar. A boa notícia é que com ingresso de apenas 2 euros é possível entrar no Castello Ruffo e admirar a maravilhosa vista panorâmica!

A estrutura do Castelo Ruffo de Scilla, Calábria
A estrutura do Castelo Ruffo de Scilla, Calábria

No castelo existe um museu da marinha, mas nem perca seu tempo com ele, pois é muito fraco. Foque então nos mirantes e na vista adornada pela arquitetura da construção.

Chinalea: um pedaço muito charmoso

O distrito da Chinalea é onde estão as ruas mais charmosas. Muitas casas estão à beira mar e, entre elas, formam becos de onde podemos ver o azul cintilante de suas águas. São eles que deram o apelido de Veneza do Sul para Scilla.

Mais da vista do Castelo Ruffo de Scilla, Calábria
Mais da vista do Castelo Ruffo de Scilla, Calábria

Dedique então ao menos uma horinha para circular por ali e se perder nas pequenas ruas. Curtimos muito esse trecho!

Como a maior parte das vagas é reservadas a moradores e só é possível entrar de carro no início do bairro, é importante prestar atenção onde passar e parar. Como em Tropea, ali é preciso tomar cuidado com as multas!

As casas de Chinalea, em Scilla, encontrando o mar
As casas de Chinalea, em Scilla, encontrando o mar

Passeios de um dia de carro saindo de Scilla vão para cidades como Bagnara Calabra, Palmi e Reggio Calabria. Day trips de barco saem da Villa San Giovanni e vão até o estreito de Messina.

Onde comer em Scilla

Scilla é uma vila de pescadores, por isso, os frutos do mar são a especialidade. Como passamos somente o dia lá, almoçamos no famoso restaurante De Angelis (Via Cristoforo Colombo, 15). Todos os pratos que pedimos estavam excelentes. Os preços variam de 10 a 16 euros. A maioria sai 11 euros.

As ruas de Chinalea, em Scilla, Calabria
As ruas de Chinalea, em Scilla, Calabria

Quando ir à Scilla

A alta temporada do verão europeu é de julho a primeira semana de setembro, o período de férias escolares. Nesses momentos, portanto, o litoral de todo o continente fica lotado. Em maio e entre a segunda semana de setembro e a primeira de outubro, contudo, já está quente e tudo fica mais vazio e barato.

Como chegar a Scilla

Scilla está ao norte de Reggio Calabria e ao sul de Tropea. É possível então chegar de avião por Reggio Calabria e de lá pegar um carro por meio da A3, que é uma ótima estrada.

Mais da vista do Castello Rufo para a cidade de Scilla
Mais da vista do Castello Rufo para a cidade de Scilla

Mais perto da cidade se desvia por uma estradinha bem sinuosa, mas lindíssima! Mas é preciso estar bem atento e com cuidado. Uma dica para viajar na Calábria é alugar carros pequenos, pois diversos vilarejos têm ruas bem estreitas.

Onde se hospedar em Scilla

A oferta de boas hospedagens dentro da cidade não é extensa, mas Chinalea é tão graciosa que vale super ter uma experiência de dormir lá! É ideal para curtir à noite os bares e restaurantes, ver a vista e então dormir num lugar que tem uma varandinha charmosa pra ver de manhã e à noite.

A varanda do U Catoiu. Foto: Booking
A varanda do U Catoiu. Foto: Booking

O apartamento U Catoiu está numa casinha de pedra por ali que é o máximo! Imagina só como seria essa vivência local! Simplesmente uma construção histórica à beira do mar! De todas as hospedagens da Chinalea, essa foi a que me pareceu mais no astral local e com melhor conforto. Vou te dizer: é difícil achar um quarto bom disponível por ali…

A casa do U Catoiu. Foto: Booking
A casa do U Catoiu. Foto: Booking

De lá seguimos viagem a Riace, passando pela A3, a melhor estrada da região, por Reggio Calábria.

Aproveito para convidar você para se inscrever em nosso mailing VIP para receber nossos newsletters, e-books e conteúdos exclusivos! Basta então preencher o formulário que está aqui. Não deixe de conferir também o perfil do Ultrapassando Fronteiras no FaceInsta e Pinterest!

buy me a cup of coffee

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.