Oceanário de Valência: o maior aquário da Europa

O lugar que mais amei em Valência desde a primeira vez que pisei na cidade, em 2012, é um enorme complexo, a Cidade das Artes e das Ciências que, em valenciano, escreve-se Ciutat de les Arts i les Ciències. Trata-se de um conjunto arquitetônico e cultural impressionante desenhado pelo arquiteto Santiago Calatrava, que fez o Museu do Amanhã no Rio de Janeiro. Inaugurado em 1998, teve componentes construídos até 2005. A melhor de todas as atrações de lá é, sem dúvida, o Oceanário de Valência! Contarei então tudo sobre ele!

Captura de Tela 2018-04-05 às 21.20.37
Entre os prédios do complexo

O complexo da Cidade das Artes e das Ciências

O lugar é lindo para passar uma tarde andando pelas construções, tomar uma bebida ou jantar, ver um espetáculo, ir à balada e, lógico, entrar em alguma das atrações. Eu, contudo, ainda não tinha entrado em uma delas. Mas já tinha circulado bastante por ali! Meu namorado já estava há quase um ano morando em Valência quando fomos finalmente entrar no Oceanário, maior aquário oceanográfico da Europa, com 110 mil m² com 42 milhões de litros de água.

Entre as curvas da Cidade das Ciências de Valencia
Entre as curvas da Cidade das Ciências de Valencia

O complexo é formado pelo L’Hemisfèric – Imax Cinema, Planetário e Laserium -, Museu de les Ciències Príncipe Felipe, Umbracle (trilha de caminhada com plantas selvagens e galeria de arte com esculturas de artistas contemporâneos), Palau des Arts Reina Sofia (casa de Opéra e espetáculos), Oceanogràfic, El Puente de l’Assut de l’Or (ponte que liga o lado sul com o ponto mais alto da cidade) e a Praça Principal (praça coberta, atualmente em reforma, onde serão realizados concertos e eventos esportivos). A ideia inicial foi de um professor de ciências da Universidade de Valência e ganhou mais peso quando o então prefeito, um visionário, decidiu construir um museu onde passava o rio Turia.

As luzes dão um toque especial à noite
As luzes dão um toque especial à noite

O complexo é mesmo faraônico e impressiona por estar situado em uma cidade não tão grande. O fato é que Valência, depois dele, ganhou mais força no turismo. Uma cidade litorânea barata para quem vem dos países situados mais ao Norte, Valência recebeu mais um motivo para ser selecionada como destino de verão.

Um passeio para qualquer horário, incluindo o pôr do sol
Um passeio para qualquer horário, incluindo o pôr do sol

O que ver no Oceanário de Valência

Mas falando do Oceanário… Valeu cada centavo do caro ingresso de 30 euros! Lá eles representam os principais ecossistemas marinhos do planeta. Os prédios estão dividido por ambientes: Mediterrâneo, Zonas Tropicais, Mar Vermelho, Zonas Polares…. há ainda áreas dedicadas a tipos de bichinhos, como golfinhos, crocodilos, tartarugas, pássaros… Em cada área é possível caminhar por dentro de aquários de vidro no formato circular e ver tubarões, baleias, peixes, dentre outros inúmeros seres passarem.

Vista panorâmica de parte do enorme complexo
Vista panorâmica de parte do enorme complexo

Para ver tudo é preciso de pelo menos duas horas. O ideal seria, contudo, três. Quem quiser comer por lá, encontrará lanchonetes, mas pode fazer reserva no restaurante Submarino para comer dentro de um aquário! Por mais que digam que a comida não é tão especial assim, depois de ver como é o restaurante, agora teremos de fazer reserva para outra visita!

img_7979
Todos os seres, inclusive tubarões e baleias, passam pertinho de nós!

Noites especiais de verão no Oceanário de Valência

Algo muito especial acontece em agosto. Nesse mês do verão, às 22h, eles fazem um show bem bacana de dança, ginástica aquática e acrobacias de golfinhos. Se comprar um ingresso noturno, para entrada às 20h, conseguirá ver o show e visitar o complexo com preço reduzido. Foi então o que fizemos! Pagamos 25 euros o tíquete, tivemos 2 horas para visitar e depois vimos o show. Mas fica bem corrido, viu? Por isso, é importante estar bem focado! Olhe no mapa e selecione tudo antes!

img_7937
Aquários com todos os tipos de espécies marinhas

Importante: se escolher essa opção de ingresso, é preciso ver primeiro, antes de escurecer, as áreas abertas. Depois dedique-se então às zonas fechadas. Chegue ao menos 20 minutos antes do show no Delfinário (local das apresentações) para garantir um bom lugar!

img_7976
É bem interessante caminhar por diversos corredores de aquário. Impressionante!

Como ir ao Oceanário de Valência

Infelizmente, não existe metro bem pertinho. Mas você consegue ir até a estação e andar cerca de um quilômetro até lá! Então não é muito, certo? Outra opção é alugar uma bike do Valenbici e ir pedalando pelas ciclovias, que são muitas e estão, portanto, por toda a cidade! Por fim, táxi em Valência não é caro como em outras cidades, por isso, você pode ir do metrô ou de onde estiver com ele que não pesará muito no bolso.

Está em Valência? Não deixe de conferir nossos posts sobre a cidade! Aqui você confere uma visão geral dela, em outro texto falo da famosa festa das Fallas de San Jose e em outro conto sobre o passeio na região do Parque Nacional de Albufera! Confira no tópico específico da região, pois tem muito conteúdo lá!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.