Blois: viagem ao castelo real do Vale do Loire

Blois é uma cidade do Vale do Loire que tem um famoso castelo real como principal atração. Estive lá saindo de Orléans e depois segui para Amboise, em uma viagem de trem que conto cada trechinho aqui no Ultrapassando Fronteiras! Confira então aqui como chegar e o que ver na sua viagem a Blois, no Vale do Loire, na rota de castelos mais famosa do mundo!

Como viajar à Blois, no Vale do Blois

Blois está situada a 53km de Tours, 55km de Orléans, 160km de Paris e a 195km de Limoges, no Centro da França. Viajar até a sua principal atração, o Château de Blois, não é, contudo, difícil. Ele fica razoavelmente perto da estação de trem. Basta então sair dela, andar entre passeios e praças bonitinhas e acessar a entrada do castelo. Ao redor, diversos restaurantes servem de parada para antes ou após a visita.

Ir de carro pode ser uma boa opção, pois facilita bastante o deslocamento a castelos da região, onde é bem difícil ter trem ou ônibus perto.

Os famosos moradores de Blois

Blois já recebeu sete reis e dez rainhas da França. Além disso, foi também o local em que Joana D’Arc foi para ser abençoada pelo arcebispo de Reims antes de seguir com a armada para libertar Orléans. Foi comprado por Luiz I – duque D’Orléans, irmão de Carlos IV, o poeta.

Também foi a casa favorita de Luiz XII. Ele reformou o primeiro bloco e fez um jardim italiano que ocupava a atual Praça Victor Hugo.

O castelo é composto por inúmeros prédios que datam dos séculos XIII a XIV. São mais de 500 ambientes, 100 quartos e 73 escadas e todos os ambientes têm saída de emergência. No pátio central podemos perceber a diferença arquitetônica entre um e outro, como se fossem vários puxadinhos reais…

Aliás, algo que aprendi com o meu interesse por castelos é que raramente a arquitetura original é 100% preservada ao longo dos séculos. Cada monarca ou nobre modifica os prédios conforme seu gosto. Quando Francis I foi coroado, foi, portanto, a vez da esposa dele fazer reformas. A intenção era dela mudar de Amboise para lá. Com a morte da rainha, contudo, ele ficou pouco tempo no local e se mudou para Fontainebleau.

Château de Blois
Château de Blois. Foto: Office de Tourisme de Blois-Chambord

Depois foi então a vez de Henri III e Henri IV se mudarem para lá. Maria de Médici, esposa do Henri IV, continuou por ali mesmo após a morte do marido. O irmão de Luiz XIII foi outro morador do castelo e, após o falecimento dele, o prédio foi abandonado por anos. Após a Revolução Francesa, com o fim da monarquia, o prédio ficou, consequentemente, por décadas vazio. E isso até 1841, quando, por fim, se tornou um museu.

O que ver na sua viagem à Blois, no Vale do Loire

Dentro do Chatêau de Blois podemos ver os apartamentos reais mobiliados.  São ao todo quatro áreas com estilos diferentes. A sala dos estados gerais é a maior sala civil gótica do começo do século XIII que podemos visitar na França. E é esse ambiente que mais me interessou, pois achei o castelo pouco conservado por fora e com poucos móveis em seu interior.

O castelo ficou bastante conhecido por ter sido cenário de filmes e séries de TV nos anos 1960.  Seu apogeu foi na primeira metade do século XVI, durante os reinos de Luiz XII e François I, que o reconstruíram no estilo do Renascimento.

A ala François I é a mais famosa, pois tem a mais bela e famosa escadaria de Blois. Atualmente, o chatêau abriga, em uma de suas alas, também o Museu de Belas Artes, onde ocorrem exposições temporárias.

O que ver na sua viagem fora do castelo de Blois

Após conhecer o castelo, fui dar uma volta nas ruas medievais do centro. E, ainda, lógico, caminhar um pouquinho à beira do Sena. Passei também nas igrejas de São Vicente, de Saint Louis, além das escadarias Denis Papin e a Praça Victor Hugo. Andei ainda nas ruas do centro e depois voltei à estação, onde peguei um trem para Amboise!

A vista do castelo de Amboise para o Loire
A vista do castelo de Amboise para o Loire

Uma pena que eu tenha perdido diversas fotos dessa viagem em um assalto no Brasil logo que retornei dessa viagem à Blois, no Vale do Loire… É por isso que tem poucas imagens aqui!

Está programando uma viagem ao Vale do Loire? Não deixe de ler todos os textos sobre a região! E aproveite que tem bastante conteúdo sobre a França aqui! Já morei duas vezes nesse belo país e, portanto, viajei milhares de vezes por lá!

Aproveito para convidar você para se inscrever em nosso mailing VIP para receber nossos newsletters, e-books e conteúdos exclusivos! Basta preencher o formulário que está aqui. Não deixe de conferir também o perfil do Ultrapassando Fronteiras no FaceInsta e Pinterest!

Roteiro de viagem a Blois, no Vale do Loire, França

4 comentários Adicione o seu

  1. Conheço relativamente mal França. Ao ler o post e ver as fotos apercebi-me de que tenho de resolver este problema 😉

    1. A França é um país que não é tão grande como o Brasil, mas que tem muita coisa pra ver! Cada cantinho tem uma riqueza cultural absurda! 😊

  2. Uau!! Nunca tinha ouvido falar deste local, mas parece um sitio super bonito e interessante!!!

    1. É maravilhoso! Meu favorito mesmo na região foi Amboise! Apaixonada!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.