Reggio Calábria: destino italiano com grande influência grega

Nessa vida de viajante, desde pequena, aprendi a me deliciar com os roteiros nada tradicionais. Gosto de conhecer lugares novos e cantinhos difíceis de encontrar nos guias e nas pesquisas na internet. O melhor de tudo isso é poder vivenciar os lugares como eles de verdade são, ver a vida das pessoas antes do turismo explodir.

Num país tão procurado como a Itália, poucas regiões nos propiciam esse prazer. Mais ainda restam algumas. E a Calábria é uma delas!

A costa de Reggio Calabria
A costa de Reggio Calabria

Reggio di Calabria ou Reggio Calábria é a capital desse pedaço pouco explorado. É uma cidade italiana com 180 mil habitantes, pertinho da Sicília. Aliás, de sua costa vemos a Sicília e o próprio Etna! Ela fica na ponta da bota, no pé dela, extremo sul do país. Da região, essa cidade é a maior em população e extensão e a mais antiga.

As ruas de Reggio Calabria
As ruas de Reggio Calabria

O que fazer em Reggio Calábria

Reggio Calabria é uma interessante mistura do antigo e o novo. Muito importante no período da Magna Grécia, foi uma das mais antigas colônias gregas do Sul da Itália. Sua riqueza cultural fez dela um ponto relevante de descobertas arqueológicas, presentes no Museo Archeologico Nazionale Bonzi della Magna Grecia – Bronzi de Riaci (MArRC), onde encontramos diversos itens de antes de cristo, além de esculturas.

Museo Archeologico Nazionale Bonzi della Magna Grecia - Bronzi de Riaci (MArRC)
Museo Archeologico Nazionale Bonzi della Magna Grecia – Bronzi de Riaci (MArRC)

O museu, aliás, é a principal atração turística de Reggio di Calabria. Multidões de estudantes, em excursões da própria Itália, visitam todos os dias o museu. O grande destaque está para duas belas e perfeitas esculturas gregas de bronze do século V a.C. encontradas em 1972 na cidade de Riace, possivelmente no lugar de um antigo naufrágio.

Itens gregos localizados em escavações, como jarros, jóias e adereços de túmulos também fazem parte do acervo. Mesmo para quem já visitou Atenas, a perfeição e o estado de conservação dos dois únicos exemplares de escultura de bronze impressionam.

O MArRC  está aberto de terça a sábado, das 9h às 20h. O ingresso custa 8 euros, mas às quartas-feiras a tarifa é reduzida e sai 6 euros. Ele está situado num belo prédio localizado na junção da Corso Garibaldi (avenida onde estão as principais lojas) e a Corso Vittorio Emmanuele III, que é uma das vias beira mar.

Peças do Museo do Bronzi de Riaci (MArRC), em Reggio Calabria
Peças do Museo do Bronzi de Riaci (MArRC), em Reggio Calabria

Como a cidade é pequena, saindo dele, é possível visitar a pé todas as atrações. Um trajeto possível é seguir a Corso Garibaldi, passando por lojas como Emporio Armani, Benetton, Zara, entre outras várias, até o belo Teatro F. Cilea, onde está a pinacoteca da cidade e um charmoso café chamado Bart, onde os locais sentam na varanda para observar as pessoas passando na rua.

Mais à frente, na própria Corso Garibaldi, está a Piazza Duomo, onde encontramos a catedral da cidade, um dos mais belos templos da Calábria. Dedicada a Nossa Senhora da Assunção, suas paredes floridas de mármore e teto pintado com cores fortes e brilhantes impressionam. É um belíssimo e marcante símbolo da arquitetura calabresa!

Duomo de Reggio Calabria
Duomo de Reggio Calabria

Como a cidade passou por um forte terremoto em 1908, a basílica, que tinha estilo gótico, foi reedificada e passou a ser neo-romântica, reinterpretando a arte medieval romântica e gótica. A Cappella del Santissimo Sacramento é o ponto mais belo da construção e um importante monumento da arte barocca de Reggio, declarada monumento nacional. Não deixe de conferir!

Um pouco depois da Duomo, no Corso Garibaldi, está a Villa Comunale, a principal praça de Reggio Calabria. Atrás da Duomo encontramos a Chiesa Degli Ottimati, que estava fechada em reforma quando fui, e o Castello Aragonese, a mais importante fortaleza da cidade.

Detalhes da Duomo de Reggio Calabria
Detalhes da Duomo de Reggio Calabria

O Castello Aragonese tem seus primeiros registros datados de 536. Nesses cerca de 1500, passou por diversas mãos e teve diversos usos, como residência e prisão política. Em 1908 ocorreu um forte terremoto na Itália que ocasionou a demolição de parte da estrutura do castelo, contudo, ainda é possível conferir sua força e solidez. Atualmente o Castello Aragonese está aberto a visitação.

Assim como a Corso Garibaldi, uma via que não pode ficar de fora do seu roteiro é a avenida beira-mar. Em um sentido ela se chama Luongomare e no outro Corso Vittorio Emanuelle III. Ali estão diversos restaurantes e cafés e também um delicioso passeio com vista para a Sicília! Todos os prédios são antigos e em tom bege. Lembrou-me bastante alguns pedacinhos ilha de Corfu, na Grécia, que teve forte influência italiana.

Castello Aragonese de Reggio Calabria
Castello Aragonese de Reggio Calabria

Ainda na Luongomare, você encontrará o famoso palácio Villa Genoese Zerbi, um centro de exposições da cidade. Em frente a ele estão as esculturas da artista italiana Rabarama, também símbolo da Reggio contemporânea.

Villa Genoese Zerbi
Villa Genoese Zerbi

Você verá, ainda, em frente ao mar, uma bela escultura antiga, que certamente renderá fotos lindíssimas! Não deixe de observar que, quando estiver de frente para o mar, olhando para a Sicília, ao seu lado esquerdo será possível ver o vulcão Etna. Uma cena muito linda que até parece uma miragem!

Etna visto de Reggio Calabria
Etna visto de Reggio Calabria

Como chegar em Reggio Calábria

Reggio Calábria possui um pequeno aeroporto, com voos vindos principalmente de Roma. Também possui estação de trem. Para se deslocar de carro, uma via muito utilizada é a A3.

Situada à beira mar, Reggio Calábria é um bom ponto de partida para diversos destinos turísticos da região. Está perto de Scilla, Tropea, Capo Vaticano, Taormina e Gambarie. É fácil se deslocar até a Sicília de barco, em apenas 20 minutinhos chega-se lá!

Luongomare de Reggio Calabria
Luongomare de Reggio Calabria

Onde comer em Reggio Calábria

Entre os restaurantes mais recomendados de Reggio Calabria estão o Bufala Grill, Barca e Pizza, L’A Gourmet e Piky. Para quem quiser refeições econômicas, a Pizzaria Roma oferece fatias quadradas muito bem servidas a 2,50 euros e bebidas a 1,50.

Não deixe de experimentar os famosos sorvetes da região! A Gelato Cesare, a mais famosa da cidade, está pertinho do museu e na avenida da praia! Não deixe de experimentar o sorvete de Bergamotto, a fruta mais típica da área e presente em licores e geléias!

Arancino de Reggio Calabria
Arancino de Reggio Calabria

Outra iguaria imperdível é o arancino, uma receita clássica a base de arroz. É como um bolinho gigante frito com diversas possibilidades de combinação de recheio. O nome deriva da forma esférica e da cor dourada que lembra uma laranja.

Onde se hospedar em Reggio Calábria

Entre as opções com bom custo-benefício e localização central está uma rede bem tradicional da cidade de categorias diferentes de hospedagem: o Medinblu Hotel (quatro estrelas), a Possidonea (estilo pousadinha) e o Medinblu Room & Breakfast.

Continue acompanhando o Ultrapassando Fronteiras porque em breve virá muito mais conteúdo sobre a Calábria e o Sul da Itália!

O que fazer em Reggio Calábria, no Sul da Itália

3 comentários em “Reggio Calábria: destino italiano com grande influência grega

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s