Uma viagem pela história do trem na Cité du Train de Mulhouse

Aproveitei o friozinho do outono para desvendar mais um museu de minha cidade. E, mais uma vez, surpreendi-me. Conhecida pelas atrações com temas técnicos, além de abrigar a Cité de l’automobile, Mulhouse, na Alsácia, conta com a Cité du Train, um dos maiores museus ferroviários do mundo. Lá conhecemos o percurso desse meio de transporte desde a criação das primeiras locomotivas para passageiros da França, no século XIX, até os dias de hoje.

img_9780

Fundado em 1971, conta com 6.000 m2 recheados com mais de 100 vagões. Lá visualizamos as tecnologias dos motores movidos a vapor, diesel e eletricidade, além de como eram cabines de primeira ou da terceira classe séculos atrás. Também temos oportunidade de ver locomotivas reais, as primeiras de grande velocidade e ainda trens que serviram os presidentes da república com objetos e móveis originais.

img_9784

O primeiro galpão, destinado aos primeiros trens, é bem escuro e só podemos entrar em um dos vagões expostos. O segundo trecho da visita, contudo, é o que mais curti. Está repleto de unidades, dividas por décadas, e lá visualizei toda a trajetória desse mercado, inclusive o rápido crescimento das linhas na Europa, que atingiram ápice nos anos 1930.

img_9748

Ao final do passeio, é possível também comprar um tíquete para uma voltinha pelo interior num trem antigo. Eu não tive essa oportunidade porque ele estava em uso. E você nem vai imaginar para o que! Um casal de noivos estava chegando para a festa de casamento na antiga locomotiva!

 

Sou muito adepta dos transportes por trem, mas nunca nem tinha imaginado mergulhar nesse universo visitando um museu. Esse meu período em Mulhouse, contudo, me trouxe bastante conhecimento novo por meio dessas atrações inusitadas. Se me perguntasse qual é o melhor da cidade, eu diria a Cité de l’automobile. Eu segundo lugar colocaria a Cité du train.

 

O Museu do Trem está situado a 20 minutos de carro de Colmar e Basel, a 30 minutos de Belfort e a uma hora de Strasbourg. Um estacionamento gratuito está ao lado e em frente fica a EDF Electropolis, o museu da eletricidade, sob gestão da EDF. Para chegar de transporte público, pegue a linha 3 de tram da cidade de Mulhouse ou o trem para Thann e pare na estação Musées. Mulhouse tem uma estação servida por várias linhas e pode ser acessada facilmente de Basel, Belfort, Freiboug, Colmar e Strasbourg. O aeroporto mais próximo é o EuroAirport. Informações sobre horários e tickets podem ser obtidas no site da Cité du Train.

Aqui no blog tem bastante conteúdo sobre Mulhouse e a Alsácia. Não deixe de conferir no tópico França/Alsácia! E continue acompanhando o Ultrapassando Fronteiras que sempre tem novidade por aqui!