A vista da cidadela de Namur

Estive em Namur depois de uma visita frustrada à Dinant. Como não conseguimos comer no destino anterior, nossa primeira preocupação foi encontrar um local aberto para comer. Já tinha passado do horário do almoço e foi um grande desafio! Mas valeu! A cidade tem ruas bem bonitinhas e uma cidadela com bela vista.

Namur é a capital da Wallonia, na Bélgica. Situada no encontro dos rios Sambre e Meuse, era um local de base e trocas dos celtas e os romanos estiveram por lá na época do Júlio César. Ficou mais conhecida quando os merovíngios construíram um castelo (ou uma cidadela) para observar a interseção dos dois rios. É justamente ela a principal atração da cidade até hoje!

A vista da cidadela de Namour
A vista da cidadela de Namour

Nos anos 1640s, a cidadela foi ampliada e, em 1962, Luiz XIV invadiu a cidade e a anexou à França. No século seguinte foi a vez dos austríacos ocuparem a região. O poder foi trocando de mãos por diversas batalhas até que, em 1815, o Congresso de Viena marcou a incorporação da cidade ao que é hoje a Bélgica. Posteriormente, outras invasões ocorreram, com a dos alemães, em 1914, para usar o rio para acessar a França. A cidade sofreu bastante tanto na I quanto na II Guerra Mundial.

A cidadela está hoje desmilitarizada e aberta ao público. É possível caminhar por suas ruas e visitar o museu. O melhor de tudo, contudo, é ver a cidade e o rio Meuse de lá de cima! Eu poderia ficar um tempão vendo a vista, como esse casal da foto! No site deles tem bastante informação.

As ruas de Namur
As ruas de Namur

A cidade é pequena e é rápido de ver. As ruas são bem bonitinhas e vale se perder nelas, bem como andar à beira do rio. Uma outra atração é a catedral de Saint Aubain, considerada como patrimônio mundial pela Unesco. Também existe o Convento das irmãs de nossa senhora (Couvent des Soeurs de Notre-Dame), que detinha obras de arte do artista Hugo d’Oignies. Hoje elas estão no Musée des Arts Anciens.

Pra quem curte passeios de barco, é possível navegar pelos rios. No escritório de turismo, situado ao lado da estação central, você pode obter a direção desse passeio e ainda pegar um mapinha da cidade!

Se quiser escolher qual cidade do interior da Bélgica visitar, eu fiz um ranking das que visitei da que mais me interessei para a que menos me interessei: Bruges, Antuérpia, Gent, Namur e Dinant.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s