Como obter visto de estudos para a França

O governo francês tem uma iniciativa maravilhosa que visa fomentar os estudos nesse país: a Campus France. É uma agência que presta serviço de informações sobre os estudos superiores na França, está presente em mais de 110 países e ainda auxilia estudantes na obtenção de visto e bolsas.

O serviço é voltado a quem more no Brasil, seja maior de idade e queira fazer graduação, intercâmbio acadêmico, mestrado, especialização, estágio, Au Pair, doutorado ou até mesmo curso de língua. No site da Campus France é possível pesquisar várias opções de estudos e os respectivos procedimentos. A busca é tão legal que dá para inserir a área de interesse, o nível ou a localização da faculdade.

Pesquisadores convidados, como é o meu caso, e os pós-doutorandos devem solicitar um visto de pesquisador (visa scientifique). Como eu não sabia, eu fiz o processo da Campus France, que trouxe essa ressalva que eu teria de entrar com pedido no consulado para o visto científico e não o de estudante. Toda a pré-análise, que custou aproximadamente R$ 500, não foi em vão porque foi anexada no meu pedido no consulado.

O processo da Campus France de pré-análise para o visto é muito interessante e intuitivo. Você acessa um sistema, preenche com seus dados e faz upload de arquivos comprovando conhecimento de língua, histórico acadêmico e os dados pessoais. É tudo online, inclusive a interação com eles. Se falta um documento, eles te devolvem um alerta sinalizando o que precisa ser feito. Gostei muito!

Para o visto científico, você precisa ter uma Convention d’accueil original (um documento que a faculdade emite junto à prefeitura e que pode demorar um tempinho para sair), passaporte válido por até um ano, formulários preenchidos, contratação de um seguro de saúde e de acidentes pelo período da viagem, comprovante de residência, comprovante de rendimentos e comprovante de estadia (hotel, apartamento) pelos três primeiros meses. Só é necessário pedir visto se ficará mais de três meses, pois o visto padrão da UE é de 90 dias. Como nesse momento você já precisa ter um endereço para três meses e o seguro, não deixe para a última hora! São escolhas muito importantes e, por isso, fiz um texto para cada uma delas. Dá uma olhadinha… 🙂

O agendamento no consulado é fácil. Muitas vezes tem vaga de uma semana para a outra. Só em dezembro que é um pouco mais concorrido, pois aumenta a demanda.

A equipe do consulado também é incrível. Fui super bem atendida e consegui o meu visto em uma semana, beeeem antes do prazo padrão, que é de três semanas a dois meses.

No processo todo de visto, a minha única dificuldade foi na demora da Convention d’accueil. O documento demorou meses para ser emitido pela faculdade, mas a prefeitura expediu em menos de uma semana. Como a universidade me enviou pelo correio em postagem simples, a entrega atrasou mais o processo. O objetivo era chegar em 7 de janeiro, mas só pisei no País em 18 de fevereiro, pelo atraso da Convention.

O bacana do visto que me deram é que ele é de múltiplas entradas, assim posso sair do espaço de Schengen para viajar, inclusive para visitar a família no Natal :). E também permite renovação, mas para isso é preciso pedir extensão três meses antes da data do visto.